Qual é o momento certo para trocar a agulha?


23/04/2015


Uma agulha é uma ferramenta de alta precisão. Antes de ser entregue nas prateleiras, cada agulha passa por incríveis 60 a 120 processos de transformação, usinagem, limpeza, polimento, etc. para finalmente ser revestida por uma camada protetora e então embalada. Esta ferramenta contém detalhes que a olho nu não podem ser vistos ou percebidos, mas que fazem toda a diferença nos diversos processos de costura e na criação das muitas obras de arte que desfilam em passarelas, da haut coture ou que decoram algum aconchegante local à moda country com quilts e patchwork.

Uma das perguntas mais escutadas neste meio e em especial com respeito à agulha é quando uma agulha deve ser trocada e se ela tem algum prazo de validade ou data que defina que ela precisa ser trocada. Fato é que não existe um prazo de validade ou um tempo de utilização especifico para uma agulha, pois os parâmetros e as variáveis que estão envolvidos no processo de costura são muitos e a combinação deles maior ainda.


Só para nomear alguns, temos, por exemplo:


- Forças abrasivas
- Forças de penetração
- Influencia do operador
- Influencia da linha de costura
- Influencia da maquina de costura


Como definição geral, podemos dizer que:

A vida útil de uma agulha chegou ao fim quando a agulha não cumpre mais sua função de forma adequada.


Qual é esta função?

Em termos simples, a função da agulha é levar a linha de costura, que passa através do olho da agulha, através do material a ser costurado ate a lançadeira (ou looper) onde a lançadeira no instante certo pescará a linha para completar a formação do ponto. Durante este processo a agulha não deve causar danos às fibras do tecido e nem causar falhas de ponto. Na costura de materiais de estrutura fechada, como, por exemplo, couro ou vinil, as agulhas corretas devem fazer um corte limpo no material. Tanto os danos ao tecido como um corte não limpo indicam que o tipo de ponta esta inadequado para determinado material ou que a ponta desta agulha esta gasta ou danificada. Este seria um bom momento para dizer que o ciclo de vida da agulha terminou.

 

     Agulha com Defeito 
(Exemplo de uma agulha danificada e gasta em varias das suas partes.)

 

Como perceber antes que aconteçam os danos ou como prevenir danos?

Para perceber o final da vida útil de uma agulha antes que ela cause danos ao material, é necessário observar o resultado da costura e a agulha, verificando se a ponta esta com algum tipo de rebarba. É claro que uma agulha nova não tem rebarba, mas no processo de costura a agulha facilmente é desviada (em especial as agulhas mais finas) e pode bater com a chapa de ponto ou a caixa de bobina, lançadeira ou looper.


Antes de iniciar a costura passe o dedo ao redor da ponta da agulha e do tronco dela para sentir qualquer rebarba. Uma lupa também pode ajudar neste momento. Repita esta verificação com certa periodicidade. Geralmente a pessoa que esta costurando percebe quando a agulha bate em alguma peça da maquina. Imediatamente interrompa a costura para verificação da agulha e posterior troca ou continuação da costura. Na duvida sempre é melhor verificar demais do que de menos.


Se a ponta da agulha estiver em bom estado, mas a costura tiver falhas na formação dos pontos precisa ser verificado se a agulha ainda esta reta ou se por algum motivo tiver sido entortada. Isto é quase impossível sem a aplicação de uma força muito grande junto com uma batida em uma peça da máquina. Aqui voltamos então ao primeiro aspecto a verificar. Existem vários outros motivos para as falhas de pontos, todos relativos à máquina de costura, sua regulagem ou desgaste de suas peças. Por não existir uma norma que defina o momento da troca da agulha cada empresa ou pessoa individual precisam definir em base aos produtos costurados qual o melhor momento para a troca da agulha.

Finalmente é importantíssimo considerar que uma boa agulha precisa quebrar. Se numa batida com alguma peça da máquina ela não quebrar, toda essa energia será transmitida e descarregada, por exemplo, na chapa de ponto ou na lançadeira danificando estas peças que são sem sombra de dúvida mais caras do que uma agulha causando um prejuízo ainda maior.

Daqui em diante daria para escrever um livro inteiro, pois o fascinante mundo dos detalhes da costura parece não ter fim.

Coloque suas dúvidas e perguntas no Facebook ou no nosso site em CONTATO e iremos responder com muito prazer.